Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2020

És o Deus da Ressurreição

A ti, Senhor, todo o louvor! Mesmo que a morte me amedronte, vou lembrar: és o Deus da Ressurreição.
A imagem de tantos caixões, consequência desta peste, causa comoção, mas eu tenho a força da fé: és o Deus da Ressurreição.
Assim fala o Senhor Deus: "Ó meu povo, vou abrir as vossas sepulturas e conduzir-vos para a terra de Israel; e quando eu abrir os vossos túmulos e vos fizer sair delas, sabereis que eu sou o Senhor."
Aqui estamos, Senhor!  Que o medo não tome o nosso coração. O povo espera tua graça,  vem logo nos salvar.
Sei que embora nosso corpo  esteja ferido de morte, nosso espírito está cheio de vida,  pois o teu Espírito mora em nós.
Eu creio mais que tudo: isso vai passar, não estamos sozinhos, estás sempre conosco,

Pedimos a tua benção

Meu Deus,  o mundo está doente, muitos já morreram, e o povo está com medo.

O Papa nos convida a rezar
e pedir a tua benção, ele nos lembra que tu estás sempre conosco.
Fortalece a nossa fé, Senhor, só temos a ti! Diante de tua cruz,  pedimos tua misericórdia e, contemplando o rosto sofrido de Maria, clamamos a tua compaixão.

Sim, somos pecadores, mas o teu amor é maior, por isso pedimos a tua benção.

Unidos ao nosso Papa,  confiamos na força da tua eucaristia, adoramos este mistério  da tua presença no pão partilhado que nos revela o teu amor.

Por isso te pedimos  a tua benção,  o teu perdão  e proteção.

Amém!

A despedida

Tu és, Senhor, aquele que tudo conduz e meu destino está em tuas mãos. Nada acontece fora de tua presença, estás em todos os lugares. 
Uma flor foi esmagada, e tu estavas lá, acompanhando.
A flor, ainda vistosa e cheia de vida, se entregou a ti.
Despediu-se cedo,  esse fato é triste. Poderia embelezar o mundo  por mais tempo, mas cumpriu o que deveria.
Está agora em tuas mãos, porém, ainda embelezando  o olhar daqueles  que um dia puderam vê-la.
Que eu possa entender este mistério: que tudo para ti irá voltar, mas nunca irá terminar.
Amém.

Em tuas mãos, Senhor

O destino de todo discípulo  é o mesmo do mestre. Ajuda-me, Senhor,  a abraçar a minha cruz  como tu fizeste, ajude-me a entregar  a minha vida nas mãos do Pai.
Quem quer te seguir  escolhe sofrer e amar, uma espada de dor  atravessou o coração de Maria. É preciso abraçar a cruz para te seguir. 
No sofrimento  devo amar-te ainda mais, não é verdadeiro  quando se ama só na alegria. 
É no sofrimento  que devo reforçar a minha fidelidade,     esse é o verdadeiro momento da minha entrega. Em tuas mãos, Senhor,  coloco a minha vida.
Amém.

Socorrei-nos, ó Maria

(pedido pelo fim da pandemia)
Maria Santíssima, que nas Bodas de Caná  estivestes atenta à necessidade dos noivos e para eles alcançastes o socorro de vosso Filho, pedimos agora a vossa poderosa intercessão.

Mãe amável, que diante da cruz  estivestes, junto a Jesus,  atenta aos sofrimentos de vosso Filho amado, olhai também para nós, vossos filhos, e intercedei ao Senhor de misericórdia, para que nos livre desse mal  que atinge toda a humanidade.

Mãe bondosa, que socorrestes vosso Filho em aflição, assim como neste ícone que veneramos, vos pedimos que acolhei também a nós, temerosos diante do mal que nos cerca.

Protegei-nos, amparai-nos,  e consolai-nos, ó amabilíssima  Mãe do Perpétuo Socorro. 

Amém

És, Senhor, a minha fortaleza

Senhor, que o amor e a fidelidade  sejam escritos em  meu coração  para que a tua luz  conduza todos os meus passos.

No teu coração, Senhor, eu quero estar, Esse é o meu lugar por herança,  é onde eu encontro a minha alegria.  És, Senhor, a minha fortaleza,  a casa bem defendida que me salva.

Assenta-te ao meu lado, falou o Senhor, e manterá tua palavra: serás sacerdote para sempre.

Eu amo o Senhor e vencerei meus inimigos, 
O Senhor mesmo garantiu.  Confiarei em Ti,  És meu  auxílio e escudo. 

A provação me libertou,  agora sigo firme tua lei,  aprendi a tua vontade.

Estendeu tua mão para mim  e me retirou de um charco de lama,  colocou os meus pés sobre a rocha  e devolveu a firmeza a meus passos.