Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

Tocar as feridas

Imagem
É curioso o fato de que Tomé somente se livrou de suas dúvidas quando teve o contato com as feridas de Cristo. Talvez a nossa fé só alcance a maturidade quando subir o íngreme "caminho da cruz", quando passar pela porta estreita das feridas de Cristo. Só poderemos acreditar em Cristo - poder clamar "meu Senhor e meu Deus", como Tomé,quando tocarmos as feridas de Jesus, das quais existem tantas no nosso mundo, pois Jesus se identifica com todos os pequenos e doentes. Todas as feridas dolorosas, todo o sofrimento do mundo e da humanidade são "as feridas de Cristo". Nenhum de nós pode se considerar capaz de curar todas as feridas do mundo, nem mesmo o próprio Jesus fez isso durante seu ministério na Terra. Mesmo assim não podemos fugir e voltar as costas para elas: precisamos, no mínimo, vê-las, tocá-las e permitir que ela nos comova. Se eu permanecer indiferente, insensível, ileso diante das feridas de Cristo, como poderia confessar: “meu Senhor e meu Deus”…

Em comunidade, perseverantes na missão

Imagem
A dimensão missionária é a essência de toda vocação, ela é a concretização na história do chamado divino. Mas o que é missão? Na maioria das vezes é presença silenciosa, não é fazer barulho simplesmente. É no silêncio que se faz solidariedade serviço, diálogo, palavra franca, exemplo de vida e até martírio. Nossos vocacionados e vocacionadas precisam saber disso, pois são tentados constantemente a confundir missão com o exibicionismo. A missão, quando verdadeira, é presença discreta junto ao povo, acompanhando pacientemente o ritmo da comunidade, participando plenamente de suas ânsias e contribuindo para a superação dos seus problemas. Entendo que missão não é apenas um momento de anúncio explícito da Palavra de Deus, mas é um vínculo com o chamado do Senhor para toda vida, os nossos trabalhos missionários não podem ser avaliados com o critério de número de pessoas atendidas ou pelo tamanho e pelo sucesso dos templos que construímos, pois esses critérios são influências dos valores da …

Onde está a nossa alegria?

Imagem
O que verdadeiramente alegra o seu coração? São João Batista tinha claro para si que a sua alegria era ver o crescimento do Cristo. Quando ele soube que as pessoas que seguiam Jesus estavam aumentando a cada dia, ele exclamou: “Esta é a minha alegria, e ela ficou completa. É necessário que ele cresça, e eu diminua” (Jo 3, 29-30). Todos temos algo que nos faz sentir realizados, que nos faz ter ânimo de viver. Mas uma coisa é certa, temos que aprender com João Batista, que não coloca a alegria dele em si mesmo. Acredito que aí está o segredo da alegria, saber depositar a própria alegria em algo que está além de si mesmo. Acredito muito que uma pessoa se realiza mais, quando a sua vida não está centrada em si, quando não fica presa à sua própria vida e é capaz de doá-la para um projeto maior. Assim como fez João Batista, que depositou sua alegria no crescimento do Cristo que é a realização da promessa, e assim como fez Jesus que doou a sua vida para o projeto do Pai.   Jesus veio pregar a…

Vocação ao amor

Imagem
A vocação que recebemos de Deus nunca é isolada, ela sempre se dá num contexto de comunidade. Nunca é para si próprio, ela sempre é um dom para ser oferecido à comunidade. O chamado que Deus nos faz é de sermos o seu povo, por isso toda vocação é um compromisso, um engajamento, uma participação. Toda tendência ao individualismo e ao fechamento é a negação da essência da vocação humana e cristã. O ser humano, de fato, foi criado para a sociabilidade, para a comunhão. O cristianismo desde o início se realiza na busca pela fraternidade. Por isso a vocação cristã é um convite a amar, a servir e a relacionar-se com o próximo na fraternidade. Vocação é comunicação, é tomar parte ativa na construção do Reino. Não é isolamento, busca de satisfações, de realização pessoal, ou de projetos pessoais, mas é o dar a vida pela defesa da vida, como o bom pastor que dá a vida por suas ovelhas (cf. Jo 10,11). A inspiração para a vida fraterna parte da essência de Deus que é trino - Pai, Filho e Espírito…

Recomece

Imagem
Quando a vida bater forte e a sua alma sangrar Quando esse mundo pesado lhe ferir, lhe esmagar É hora do recomeço, recomece a lutar

Quando o mal for evidente e o amor se ocultar Quando o peito for vazio e o abraço faltar É hora do recomeço, recomece a amar

Quando tudo for escuro e nada iluminar Quando tudo for incerto e você só duvidar É hora do recomeço, recomece a acreditar

Quando você cair e ninguém lhe amparar Quando a força do que é ruim conseguir lhe derrubar É hora do recomeço, recomece a levantar

É preciso um final pra poder recomeçar Como é preciso cair pra poder se levantar Nem sempre engatar a ré significa voltar

Remarque aquele encontro, reconquiste um amor Reúna quem lhe quer bem, reconforte um sofredor Reanime quem tá triste e reaprenda na dor

Recomece! Se refaça! Relembre o que foi bom Reconstrua cada sonho, redescubra algum dom Reaprenda quando errar, rebole quando dançar

E se um dia lá na frente, a vida der uma ré Recupere a sua fé e recomece novamente (Bráulio Bessa / Thathi)

Igreja - Testemunha do Ressuscitado

Imagem
Deus não se encontra lá em cima, nos céus, distante de nós. Ele se encontra peregrinando com o povo sofrido. Isso nos mostra a Bíblia, na vivência da libertação, conforme testemunha a mais antiga tradição israelita: Deus é experimentado como salvador e libertador da situação de escravidão no Egito. E na Teologia do Novo Testamento, onde Deus também é apresentado como salvador.O Evangelho de João, por exemplo, nos apresenta o Cristo que se encarna e assume a história humana como verdadeiro protagonista. Em Cristo, Deus caminha com os pobres e com os doentes, alimentando a todos, curando e libertando. Portanto, tanto no Antigo como no Novo Testamento,o lugar para se encontrar com Deus não é “lá nas alturas”, fora do mundo, mas sim na história humana, ou melhor, nas dores e nos sofrimentos de todos aqueles que vivem na periferia do mundo. Diante da manifestação salvadora de Deus, a resposta humana ou a vocação fundamental do ser humano, antes de qualquer coisa, é o chamado a acolher o dom …